Monday, October 19, 2015

JONAS, UMA TEMPESTADE IMINENTE


Ontem um texto começou a desenhar-se na minha mente. Agarrei na Bíblia e fui ler o livro de Jonas. Ainda mal tinha começado e puff, Deus troca-me as voltas! Este Deus é tão incrível, nunca me canso de o dizer. Nem sei se ainda irei escrever sobre o que tinha pensado originalmente, ou não, mas hoje trago-vos algo que achei delicioso e que é, decididamente, muito sério e da parte do Pai para muitos de nós.  

Jonas, porém, ficou com medo e preferiu fugir do Senhor. Foi até ao mar, ao porto e Jope, onde descobriu um navio que ia para Társis. Comprou a sua passagem, embarcou e desceu para o escuro porão do navio, para se esconder do Senhor. 
Mas, durante a viagem, de repente, o senhor mandou um vento terrível que agitou o mar e formou uma grande tempestade. Tão grande que o navio estava quase a partir-se ao meio. Jonas 1:3,4

Comecemos então pelo princípio. Jonas recebe uma ordem de Deus e, em vez de obedecer, foge com o rabinho entre as pernas. Apanha um navio para Társis e esconde-se do Senhor (como se isso fosse possível). O problema é que, já diz a expressão, "you can run, but you cannot hide"... e, como é  óbvio, Deus, que não achou graça nenhuma à atitude imatura do profeta, não vai de modos e agita o mar de tal forma, que se formou uma grande tempestade. E pronto, está o caldo entornado.

Para os que já me conhecem, já estão mesmo a ver que isto não vai ser o que parece. (: Mas venham comigo, prometo que vai valer a pena. 

Vamos imaginar, por momentos, que este navio é a tua vida. Estás tu a caminho das promessas que Deus te deu, a caminho de um sonho qualquer e, "de repente", durante a viagem, começa "uma grande tempestade". Isto é tremendo. Quero que entendas a profundidade do que Deus nos está a revelar. 

É de repente. Aqueles marinheiros não estavam à espera. O mar devia estar calmo... E talvez tenha acontecido o mesmo contigo. Tudo parecia bem e, de repente, levantou-se tudo contra ti. De repente, os ventos levantaram-se e tudo desabou. Talvez tenhas ficado desempregado, ou o carro avariou, os filhos adoeceram,  a casa foi penhorada, foi-te diagnosticada uma doença grave, o teu ministério desmoronou, a tua casa está o caos... não faço ideia qual seja a tua tempestade, mas uma coisa é certa, o desespero tomou conta do teu coração. O medo da morte está aí, bem perto. 

Com muito medo de morrer, os marinheiros, desesperados, gritavam pedindo ajuda aos seus deuses. Para o navio ficar mais leve, começaram a jogar a carga ao mar. Enquanto tudo isso acontecia, Jonas dormia tranquilamente no porão. Jonas 1:5

O ser humano é muito previsível. Quando estamos muito mal, com medo de morrer, medidas drásticas impõem-se. Acho interessante a reacção dos nossos amigos marinheiros. Diz que ele gritavam a pedir ajuda aos seus deuses... A quem é que tu tens pedido ajuda? Será que na tempestade tu clamas ao Deus que pode todas as coisas, ou será que te voltas para os amigos? Para a família? Quem sabe, talvez o teu problema seja falta de dinheiro, e a tua reacção foi procurar mais trabalhos, para sustentares a família. Ou será que o teu apoio é o teu namorado/marido/mulher? 

Quando a tempestade chega ao teu navio, por quem gritas tu? Será que clamas por Deus, ou será que gritas, em pânico, por ajuda aos teus "deuses"?

Monday, October 12, 2015

COMO SER FELIZ


O mundo parece perseguir um sonho: ser feliz. Está na boca de todos, está em todos os pedidos secretos feitos ao trincar a vela nos aniversários, está nas listas feitas no Ano Novo, está nos corações dos pequenos e dos grandes, está nos filmes, nos desenhos animados, nas novelas, nas campanhas de publicidade. Se a felicidade pudesse ser vendida, provavelmente haveria por aí alguém muito rico. Infelizmente (ou não) a felicidade não está à venda. Não, ela não se pode comprar. Ela constrói-se. Ela merece-se. Ela é fruto do esforço. E o melhor? É para todos. Os que querem, claro. 

Não sou de escrever textos do tipo "10 passos para ser feliz", mas acredito que colocar alguns pensamentos por pontos hoje vai ajudar a expor melhor aquilo que quero partilhar convosco. Então, o que me pretendo fazer não é ensinar-vos uma receita mágica para a felicidade, mas sim desmistificar algumas coisas que aprendemos ao longo da vida e que só nos levam ao fracasso e à frustração. Vamos lá...


Descobre quem és 

Durante muitos anos andei perdida. Não sabia muito bem quem era. E quando não sabemos quem somos, fazemos de tudo um pouco, até acertar. Erramos muito, portanto. É crucial saber quem somos. Não compreender que não somos um fruto do acaso e que temos imenso potencial é devastador, especialmente para alguém que, como eu, estava em formação. Não saberes quem és leva-te a tomar decisões erradas, atitudes erradas, a seguir pessoas erradas... é preciso entender e abraçar quem somos para então trabalhar em cima disso. É um pouco como tu descobrires de repente que tens um dom para cozinhar. A partir daquele momento tu vais perceber que há áreas em que és mais frágil que outras, vais descobrir que há sabores que não combinam contigo, que há aromas que te conquistam quando utilizados em conjunto... o teu mundo muda, a tua visão muda, a forma como olhas para o que te rodeia transforma-se. 

No meu caso foi preciso que Deus me mostrasse quem eu sou. Infelizmente demorei uns aninhos a perceber o diamante em bruto que precisava de ser lapidado. Eu estava mais para o "bruto" do que para o diamante (: Mas Deus na sua infinita misericórdia mostrou-me que eu era especial, que Ele me criou com tanto cuidado e tanta mestria, à Sua imagem e semelhança, que eu não podia ser aquilo que alguns diziam. Tinha de haver mais. Eu era mais. Afinal, eu era meiga e até gostava de abraços. Deus é um pintor extraordinário e tu és a mais bonita tela que Ele pintou. Na caminhada sujaram a tua tela, mas deixa que Ele te mostre o que está aí por baixo. Quem mais senão o próprio Autor poderia fazer isso? Quando descobrires quem és, a tua vida vai mudar. E por causa disso vais mudar também de rumo. 


Não tenhas medo de mudar de direcção

Não importa o que fizeste até aqui. Quando percebes quem és, uma mudança de direcção impõe-se! A felicidade conquista-se com atitudes. "Decisões decidem destinos", como diria alguém que eu conheço. Se queres mudar a tua história, começa por mudar a forma como a escreves.

Tu és uma jóia preciosa, não vais querer perder mais tempo. Há toda uma vida nova à tua espera. Deus abriu o caminho, através de Jesus, segue em frente, não olhes para trás. Sem medos. Deus é a tua força. Ele promete guiar cada passo que deres. Prometo que nem vais acreditar na pessoa que és!  Como é que nunca ninguém tinha percebido? Mas agora que Deus te revelou quem és, nunca mais serás o mesmo. Tudo é possível, tu és capaz, se somente acreditares! A fé vai-te levar a lugares com que nunca sonhaste. Vais tomar atitudes e dizer coisas que nunca pensaste ser possível. Vais perceber em ti uma calma que não existia, uma capacidade de pensar antes de falar que não tinhas antes. Vais ver os outros com outros olhos.

Nada mais será igual, os teus planos precisam de mudar. Precisam de passar a ser os planos Dele. E se Ele disser que é para a esquerda, não hesites. Ele sabe o que é melhor. Vai! Garanto-te, vai valer a pena! 

Friday, October 9, 2015

BOM DIA VIDA!


Passamos pela vida todos os dias, mas não paramos para olhar para ela. Para agradecer as pequenas coisas que ela nos oferece, sem pedir nada em troca. Não a contemplamos. Não a vivemos. Passamos por ela. 

Saint-Exupéry, no livo "O Principezinho", dizia que "aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós". Eu pergunto-me, e nós? Passamos por ela [a vida] e o que deixamos? 

Ontem à noite deitei-me na cama e escrevi isto, no telemóvel, para publicar hoje aqui. Era tarde, mas eu agradeci a Deus pelos lençóis limpos, a cama feita de lavado, e pelos meus pés, lavados por águinha quente e corrente, que ali deslizavam. Que sensação tão boa. Que coisa tão parva, dizem alguns. E venho aqui perder tempo a escrever isto. Eu sei, parece parvo e sei que não é um texto habitual. Tenho vários para escrever, mas o tempo não tem estado do meu lado [ou eu do dele, nem sei bem]. Este é curto e é para todos. Nada de grandes teorias bíblicas. Nada de grandes versículos e palavras eloquentes. Este é só para relembrar-vos que a vida tem mais para se apreciar, do que o que nós imaginamos. 

Hoje é sexta-feira e como eu ouvi ontem  passou já quase uma semana. A segunda, a terça, a quarta, a quinta, já não voltam. Perdeste a oportunidade de fazer o que tinhas de fazer, se não o fizeste. 

Não deixem a vida passar por vocês. Não passem vocês por ela. Párem, por dois segundos que seja, e olhem à vossa volta. Cumprimentem a senhora que limpa a casa de banho no vosso trabalho; reparem no sol maravilhoso com que fomos brindados esta manhã; percebam o sorriso dos vossos filhos; reparem no vosso frigorífico com tanto, quando há tantos com tão pouco; olhem ao espelho e vejam como são saudáveis; agradeçam pelo carro que vos conduz; pelas roupas que vestem; reparem nas flores que ainda permanecem pelo caminho; oiçam o passarinho que canta; o cão que brinca... Olhem para as pequenas coisas e vejam-nas. Estamos tão habituados a deitar-nos em lençóis lavados, que já não lhes damos o devido valor. Anestesiados, é o que a malta anda. E quem está anestesiado não sente, não percebe, não realiza, não vê. 

Eu não quero estar anestesiada, eu quero viver a vida com tudo o que posso e tenho. Eu quero, mais do que passar por ela, deixar nela uma marca, a minha marca. A marca que Deus imprimiu em mim. 

Hoje é sexta-feira e eu tenho um recado para a vida. Eu não vou passar por ti. Nem tu por mim. Eu estou aqui e tu vais ter de me aturar. Vou-te viver até poder. Vou-te sentir e vou-te dar o meu melhor. Até Deus me permitir. Eu vejo-te. 

Não faças da tua vida um rascunho; pode acontecer que não haja tempo de o passares a limpo. Pr. Márcio Leareno

Para seguir o pro(fé)ta no Facebook é aqui